As cores de Rieu

 

Andre Rieu  é violinista, idealizador e regente da Johann Strauss Orchestra.

Nascido em Maastricht, uma bucólica cidade dos países baixos encantou uma legião de pessoas com seu jeito bem humorado.

Carismático e ousado,  cujas palavras encorajadoras ,“se  você sentir vontade de dançar,  faça-o” contrapondo-se às formalidades de orquestras mais conservadoras,  fez com que muitos paradigmas fossem quebrados.

Mesmo que não haja unanimidade na aceitação do trabalho, ele explodiu, alcançando e agradando crianças, adolescentes e adultos de diferentes culturas e classes sociais.  A verdade é que seu desempenho no palco, a imponente cenografia, solistas e instrumentistas com seus vestidos de princesa de mangas bufantes  fascinaram o grande público, tornando-o  mundialmente conhecido.

A estética, algo que salta aos olhos é um convite à fantasia.

O guarda-roupa dos artistas é uma estratégia muito bem sucedida para chamar atenção visual sobre eles (dos artistas) na valorização de cada ser.

O figurino escolhido com a participação dos próprios músicos, sempre em harmonia com o contexto do evento traz uma diversidade de elementos.  Elementos condizentes com as várias nacionalidades que compõem o conjunto, trazendo à tona os diversos mundos da indumentária, bem como os sonhos de cada um, embalados pelas belas canções.

É uma explosão de cores e, de possibilidades!

A cor incita. Ela mexe com as emoções e com os sentimentos das pessoas, remete ao desejo, a confiança, a ternura, a delicadeza, a empatia, a energia, a liberdade, a espiritualidade, a paz. Cores essas, tão bem acolhidas pelo “Embaixador das Valsas”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!